A Igreja Matriz e sua história

A atual construção da Igreja Nossa Senhora Mãe de Deus tem pouco mais de 70 anos, mas sua história começa bem antes disso.

A primeira igreja da localidade de Trinta e Cinco foi construída, em madeira, no ano de 1883. Localizava-se na esquina das ruas Júlio de Castilhos e Antônio Adriano Guerra. Segundo Migot (2008, pág. 106), havia também um campanário, em madeira. E, ao lado desta primitiva igreja (Migot, 1989, pág. 94), situava-se o cemitério (o atual foi criado em 1912).

No mesmo local da antiga capela, após sua demolição (provavelmente entre 1914 / 1915), foi erguida a nova igreja, mais ampla, de alvenaria, entre os anos de 1915 e 1916, que ficou conhecida como a igreja dos trilhos, já que há poucos metros dali passava a estrada de ferro.

Já a partir da década de 1930, com o aumento da população, começou-se a planejar a construção de uma nova igreja, que é a hoje existente, na esquina das ruas Prefeito José Chies e Elisa Tramontina (calçadão). A antiga igreja permaneceu ainda por alguns anos de pé, tendo sido demolida após a venda do terreno, que ocorreu em 1964 (Migot, 2008, pág. 109).

Dedicada à Nossa Senhora Mãe de Deus, em 10 de janeiro de 1943 foi dada a bênção da pedra fundamental da atual construção, e a inauguração foi em  18 de maio de 1947. Já em 25 de julho de 1948, um decreto assinado por Dom José Barea, criava a Paróquia Nossa Senhora Mãe de Deus de Carlos Barbosa, e na mesma data, empossava o primeiro Pároco, Pe. Arlindo Marcon. Em 1964 foi concluída a construção da torre e colocados os sinos,  confeccionados com metais doados pela população.

Leia mais sobre a história clicando aqui.

Veja fotos:

Fontes de pesquisa:

MIGOT, Aldo Francisco. Carlos Barbosa: presente, primórdios e pioneiros. Caxias do Sul RS: Belas-letras, 2008.

MIGOT, Aldo Francisco. História de Carlos Barbosa. Porto Alegre: EST; Caxias do Sul: EDUCS, 1989.

PARÓQUIA NOSSA SENHORA MÃE DE DEUS – <https://www.paroquiamaededeus.org.br/institucional/ver.php?id=6&s=>. Acesso em 28 abr. 2020.

SCOTTÁ, Romildo, CARLOTTO, Fernando. A emancipação: Carlos Barbosa ontem e hoje. Veranópolis: Gráfica Reúna, 2006.

———–

Texto: Paula Caroline Zan Carrard

Fotos históricas: Livro Carlos Barbosa: presente, primórdios e pioneiros | Livro A Emancipação

Foto da capa: Leandro Facchini